+55 (11) 3053-5566

PortuguêsEnglishEspañol

Conciliação bancária: entenda como deve ser feita

04

ago

Conciliação bancária: entenda como deve ser feita

Ficar sem dinheiro no caixa é uma das principais razões que levam as empresas à falência. Os motivos para isso são vários, comumente se relacionando à falta de uma gestão financeira eficaz. Para evitar essa situação, é necessário contar com procedimentos como a conciliação bancária. 

Esse procedimento ajuda a empresa a ter uma previsão correta sobre o fluxo de caixa e o planejamento orçamentário. Além disso, a conciliação bancária permite que a organização seja disciplinada nos lançamentos das movimentações financeiras e corrija as diferenças nos lançamentos a tempo, antes de gerar problemas.

Acompanhe este texto e conheça o que é conciliação bancária, qual sua finalidade e quais os problemas que podem acontecer nesse procedimento. Aprenda também como uma empresa de contabilidade pode ser parceira nesse processo.

Afinal, o que é conciliação bancária?

Conciliação bancária nada mais é que um procedimento que compara as informações financeiras registradas na empresa e os valores que constam nos extratos bancários da organização.

Sendo assim, o intuito dessa prática é confirmar se o crédito das vendas e o débito de contas a pagar estão de acordo com o previsto.

Quanto à periodicidade da confecção da conciliação bancária, é importante destacar que quanto menor for o tempo para conferência, melhores serão as condições para ter uma gestão financeira eficiente. 

Para que serve a conciliação bancária?

Basicamente, a conciliação bancária tem a finalidade de fazer a verificação se existe alguma inconsistência nos dados do controle financeiro da empresa. Ela verifica se há a confirmação entre o saldo disponível e o informado no registro que consta nos autos da instituição. Contudo, ainda é possível obter outras vantagens desse procedimento. Vejamos a seguir.

Identificação de fraudes internas

Ao escalar uma planilha de formação bancária é possível evitar situações ruins para a organização. É o caso, por exemplo, da identificação de fraudes internas, que pode se dar ao observar detalhadamente os valores da planilha, identificando se os depósitos em dinheiro foram feitos com valores abaixo do valor esperado, por exemplo.

Também é possível verificar se há algum cheque que não foi compensado ou colocado em depósito na conta da empresa durante o período esperado.

Controle mais acertado

A conciliação bancária também ajuda a empresa a realizar um controle mais acertado das finanças. Nesse sentido, analisando os dados vai ser possível ter uma visão ampla de quanto a organização está movimentando em termos financeiros.

Isto é, a conciliação bancária ajuda verificar se a organização está de fato trabalhando com resultados positivos ou negativos, melhorando a capacidade do cumprimento de metas.

Saldo bancário legítimo

Ter conhecimento sobre qual quantia de dinheiro a empresa tem no caixa é fundamental para dar andamento aos pagamentos das contas fixas e para realizar investimentos. A conciliação bancária ajuda a verificar o saldo disponível e evita trabalhar com “achismos”.

Dessa maneira, o gestor pode tomar decisões mais efetivas, sabendo o quanto ele deve investir na compra de equipamentos para ampliação do espaço da empresa ou, até mesmo, quitar dívidas feitas com os bancos.

Planejamento orçamentário eficiente

Uma planilha ou software de conciliação bancária feita de maneira precisa auxilia na previsão mais realista sobre os próximos anos de funcionamento da empresa.

Nesse sentido, o planejamento orçamentário é beneficiado porque as receitas, despesas e investimentos estarão claramente alinhados ao valor presente em caixa. Assim, o gestor consegue realmente cumprir o que foi definido durante o desenvolvimento da estratégia.

Fluxo de caixa saudável

Outro fator interessante a considerar como vantagem da conciliação bancária é a melhoria da gestão de fluxo de caixa. Quando há um controle mais efetivo, tem-se uma visão clara das entradas e saídas financeiras, possibilitando um fluxo de caixa mais saudável.

Além disso, a conciliação bancária permite que sejam feitas comparações dos fluxos de caixas para os diversos períodos de altos e baixos que a empresa passou.

Quais são os principais problemas que podem acontecer na conciliação bancária?

Algumas práticas em relação ao fluxo de caixa e ao registro de informações podem dificultar o cumprimento da conciliação bancária. A seguir vamos conhecer alguns dos principais problemas relacionados a essa questão. 

Infrequência no lançamento de movimentações financeiras

Um dos erros mais comuns no procedimento de conciliação bancária é ser infrequente no lançamento das movimentações financeiras. Esse erro cometido faz com que as entradas e saídas de dinheiro da empresa não tenham o registro declarado, impossibilitando uma conciliação posterior. 

Por isso, é importante ficar atento às datas de registros que devem ser semelhantes à previsão de entrada ou saída. Além disso, o lançamento das movimentações devem ser diários.

Saldo inconsistente no extrato bancário

Se a empresa não realizar o lançamento de movimentações diariamente, possivelmente vai cometer outro erro relacionado à conciliação bancária: o saldo inconsistente do extrato bancário.

Essa situação acontece quando os saldos iniciais e finais de controle interno não batem com aqueles encontrados nos extratos. Para evitar esse problema, é recomendável que os colaboradores responsáveis pelo caixa da empresa realizem a verificação na abertura do expediente e também ao final. 

Dificuldades para corrigir diferenças nos lançamentos

Quando a conciliação bancária não é feita, é comum a empresa ficar mais longe da possibilidade de corrigir as diferenças dos lançamentos financeiros. Isso porque, como não há registros, torna-se mais difícil saber efetivamente as razões pelas quais as divergências encontradas ocorreram.

Sendo assim, uma conciliação bancária eficiente ajuda a contornar essa situação e, obviamente, a evitar problemas fiscais e financeiros.

Como uma empresa de contabilidade pode ajudar a montar um processo de conciliação bancária?

Uma empresa de contabilidade especializada, com ampla experiência em conciliação bancária consegue evitar que o contratante cometa erros fatais nesse processo.

O escritório de contabilidade terá condições de realizar a escrituração contábil e tributária, registrando todos os impostos e fazendo um balanço patrimonial de qualidade.

Além disso, ela pode oferecer uma consultoria de gestão financeira para que seus parceiros consigam ter uma relação mais transparente e segura sobre os aspectos tributários, fiscais e legais.

Por fim, vale ressaltar que é importante buscar uma empresa de contabilidade com credibilidade no momento de contratar esse serviço. Afinal, é preciso ter qualificação suficiente para realizar esse procedimento.

Quer saber como descobrir uma empresa que pode oferecer esse serviço de qualidade? Leia agora mesmo este texto com as principais dicas para encontrar escritório de contabilidade em São Paulo.

Compartilhe: